Grupo de amigos, se junta e oferecem um notebook à filha do agricultor que doou 8 toneladas de repolho, que não conseguiu vender para comprar o notebook para a filha estudar

Solidariedade, em tempos difíceis.

PUBLICIDADE

Com a pandemia, afetou vários sectores, mas um dos mais afetados foi o sector agricultura. O produtor Raimundo Sena, infelizmente não conseguiu compradores para as suas hortaliças, devido à pandemia do novo coronavírus.

Devido a esse transtorno, e para não deixar estragar ele resolveu doar para as instituições e a várias pessoas. O dinheiro das vendas das hortaliças, era para comprar um notebook, para que a sua filha pudesse continuar as aulas online.

Mas nem nunca imaginar no que viria por aí, a atitude do seu Raimundo colheu mais frutos que poderia imaginar, e mal poderia imaginar que o retorno chegaria.

Através de uma matéria publicada pelo site G1 Santarém, á atitude do agricultor chegou muito mais longe, e conseguiu deixar um grupo de amigos de MG, bastante emocionado e sensibilizado, que pensou logo naqueles que estavam com dificuldades.

PUBLICIDADE