Grupo de amigos, se junta e oferecem um notebook à filha do agricultor que doou 8 toneladas de repolho, que não conseguiu vender para comprar o notebook para a filha estudar

Solidariedade, em tempos difíceis.

PUBLICIDADE

Com a pandemia, afetou vários sectores, mas um dos mais afetados foi o sector agricultura. O produtor Raimundo Sena, infelizmente não conseguiu compradores para as suas hortaliças, devido à pandemia do novo coronavírus.

Devido a esse transtorno, e para não deixar estragar ele resolveu doar para as instituições e a várias pessoas. O dinheiro das vendas das hortaliças, era para comprar um notebook, para que a sua filha pudesse continuar as aulas online.

PUBLICIDADE

Mas nem nunca imaginar no que viria por aí, a atitude do seu Raimundo colheu mais frutos que poderia imaginar, e mal poderia imaginar que o retorno chegaria.

Através de uma matéria publicada pelo site G1 Santarém, á atitude do agricultor chegou muito mais longe, e conseguiu deixar um grupo de amigos de MG, bastante emocionado e sensibilizado, que pensou logo naqueles que estavam com dificuldades.

PUBLICIDADE

Foi então que uma organização  do grupo ressaltou que todos nós somos irmãos, e o nosso dever é olhar e cuidar uns dos outros. Por isso, eles tomaram a iniciativa  de ser eles a agradecer a cada pessoa que ajudou nesta pequena ajuda auxiliar, do produtor e a sua família.

Assim com o objetivo de conseguirem comprar o notebook para a filha. Porque ele se quisesse, era só deixar as hortaliças, por ali a apodrecerem, e se perder com o tempo, mas ele decidiu por mãos a caminho.

PUBLICIDADE

“O senhor Raimundo, por sua vez, fez questão de ajudar os outros, fazendo a sua parte auxiliando, e dando alimento a várias pessoas que estavam passando necessidades em tempo de pandemia.

Todos nós sabemos, o quanto a vida custa para se sobreviver, e principalmente neste país, sobretudo incluindo alguns estados da nação como o Pará. Foi então que com o seu sorrido, para o outro, ele evitou que uma lágrima de fome, uma não, mas muitas lágrimas corressem nas faces de quem estava passando fome.

E nós, todos juntos com o universo a nosso favor, sorrimos para ele, o incentivando a continuar essa estrada do bem e amor ao próximo”,destacou um dos membros.

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!