Homem possessivo não aceita o fim do relacionamento e mata a esposa com um martelo

Adriany Regina, de 30 anos, foi morta de forma brutal, com golpes de martelo, dentro da própria casa, em Sumaré, interior de São Paulo. O principal suspeito é Alessandro Alves da Silva, marido da vítima.

PUBLICIDADE

Alessandro Alves da Silva matou a companheira Adriane Regina de 30 anos de formado brutal.

Segundo informações da Polícia ele não aceitava o fim do relacionamento e atacou a companheira com golpes de martelo dentro da própria casa onde eles moravam em Sumaré interior de São Paulo.

PUBLICIDADE

Após o crime Alessandro não foi mais visto, ele chegou mandar mensagem para o pai de Adriane confessando o assassinato.

A mulher vinha tentando sair do relacionamento que durou mais de quatro anos e segundo familiares Alessandro era muito possessivo e não aceitava o fim do relacionamento.

PUBLICIDADE

O filho de 9 anos presenciou as agressões, Adriane Regina é mãe de três filhos todos comentavam que os filhos era tudo para ela, mas agora diante de tamanha brutalidade as crianças ficaram sem a mãe.

O crime aconteceu no sábado na residência onde eles moravam, Adriane foi morta de formar violenta, a arma do crime foi o martelo e o pior é que o filho de 9 anos viu tudo acontecer.

PUBLICIDADE

Familiares de Adriana estão inconformados ela era uma pessoa batalhadora cuidava dos filhos e só pensava em dar o melhor para eles, a motivação do crime foi o que tem acontecido com frequência, homens que não aceitam o fim do relacionamento e preferem tirar a vida da companheira,

O cunhado da moça disse que no momento que Alessandro saiu da casa após ter tirado a vida dela foi festejando, subiu na moto e gritava como se tivesse comemorando.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.