Homem se recusa a ser chamado de herói depois de ter resgatado criança desaparecida e diz: “A glória é somente de Deus”

homem que trabalha no postal americano, contou que chegou ao lugar na hora certa.

PUBLICIDADE

Residente dos Estados Unidos, o funcionário do serviço postal em Maryland, Keith Rollins, estava conduzindo o seu veículo quando notou uma criança caminhando descalço pela estrada. O menino de apenas 2 anos de idade, reconhecido com o nome de Ethan Adeyemi, estava desaparecido.

A criança foi vista pela última vez durante a manhã em Howard. Os pais do garoto já estavam muito preocupados, pois ele ainda era muito pequeno. A polícia do local contou com ajuda dos bombeiros, aeronaves, drones e unidades especiais para saírem à procura de Ethan.

No entanto, todo esforço para encontrar alguma pista do paradeiro do menino era em vão. Acreditamos que Keith tinha uma missão para cumprir, e a criança teria que ser achada por ele, como ele mesmo relatou que havia sido ordenado por Deus para estar naquele momento e naquele lugar, na hora em que viu o menino andando sozinho.

O americano relatou que quando olhou pelo retrovisor do veículo viu uma cabecinha, na ocasião, ele não sábia se era a cabeça de uma pessoa ou de algum animal que estava passando na estrada. Ele então parou seu carro e imediatamente ligou para o resgate.

PUBLICIDADE