Identificada a jovem que atirou o bebê do 2° andar em SP, alega que não sabia que estava grávida. “Pensei que ela estava a gritar com meu neto de 1 ano”, conta a mãe

A avó do bebê que foi jogado do 2°andar do prédio, conta que ouviu gritos, mas pensou que a filha estaria a brigar com o neto de um ano.

PUBLICIDADE

A mãe do bebê que foi encontrado numa lixeira, em Praia Grande já foi identificada. A jovem tem 20 anos, e contou a Polícia Civil que não sabia que estava grávida. Ela foi flagrada pelas câmeras de monitoramento, estava arrastando um saco de lixo,onde teria o corpo do bebê e confirmou, não saber da gravidez numa conversa com as autoridades numa unidade de saúde, onde acabou por ser internada.

lyvia Bonella, delegada conta que a jovem falou ter medo, da reação da mãe, quando viu que estava a dar a luz.

PUBLICIDADE

“Pelo que ela relatou, ela estava com medo, que a mãe descobrisse que ela estaria grávida. Ela sem outro bebê com 1 ano e quatro meses”, conta a delegada.

Além da adolescente, a mãe também contou às autoridades, que jamais teria se apercebido que a filha estava grávida. Ainda durante o depoimento, ela conta que suspeitava de uma gravidez,mas fazia lhe falta as certezas, devido ao foto do porte físico da filha, não parecer que estaria grávida.

PUBLICIDADE

Segundo os depoimentos a adolescente, no dia que o caso aconteceu, ela entrou no banheiro por cerca das 7h desta última quinta-feira. Nesse momento, ela entrou em trabalho de parto sozinha, num canto da casa. Ainda nesse tempo, a mãe escutou alguns gritos, mas jamais imaginou que a filha estaria a dar à luz, mas sim discutindo com o neto.

Ela contou ainda num depoimento, que nesse instante tinha ido fazer umas compras. As autoridades, acreditam que a adolescente quando jogou o bebê e arrastou o saco de lixo, teria ocorrido quando a mãe saiu de casa, para ir ás compras. As imagens mostram que ela saiu do prédio ainda na mesma manha que deu há luz.

PUBLICIDADE

Segundo as informações, o bebê nasceu vivo, mas a causa da morte foi asfixia, e não provocada pela queda. Até ao momento não se sabe de asfixia foi provocada pelo saco do lixo, porque não existem marcas no corpo.

A jovem irá realizar exames a nível de psiquiatria. Ela poderá responder por infanticídio, caso os resultados provem o contrário ira responder por homicídio.

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!