Idoso perde órgão íntimo após uso de anel para obter prazer

Caso foi relatado por médicos.

PUBLICIDADE

Um caso inusitado de amputação peniana virou alvo de estudo, na China. Os médicos responsáveis pelo atendimento publicaram um artigo sobre o caso na revista científica Asian Journal of Surgery, no último dia 10 de janeiro.

Segundo informações do artigo, um homem idoso foi parar no hospital após seis meses do uso de um anel peniano. O homem, de 72 anos, colocou o objeto de forma voluntária, a fim de obter prazer.

No entanto, o idoso dispensou as recomendações de uso e não removeu o anel. Passados seis meses do uso, ele decidiu procurar atendimento médico, já sofrendo por conta do uso do anel.