Já se passaram 5 anos da tragédia em Mariana sem recuperação nem julgamento e isso causa indignação aos familiares das vítimas

Esperança, preparação para o inesperado, injustiça, tristeza e revolta. Nesta quinta-feira (5), o rompimento da barragem de Fundão, em Mariana (MG), completa cinco anos e, com essas palavras e expressões, cinco pessoas que tiveram as vidas impactadas pelo maior desastre ambiental do país resumem estes 60 meses.

PUBLICIDADE

Completou 5 anos o rompimento da barragem de fundão em Mariana, as famílias que tiveram a vida transformada a partir daquela data falaram sobre o impacto que esse desastre ambiental causou em suas vidas.

PUBLICIDADE

Afirmaram que tristeza, revolta, injustiça fazem parte de suas vidas, mas há esperança ainda de um recomeço, mas essa marca permanece sobre eles.

PUBLICIDADE

A barragem da Vale rompeu na tarde do dia 5 de novembro de 2015, além de destruir casas a lama invadiu o Rio Doce e chegou até o Espírito Santo, provocou 19 mortes e até a data de hoje os responsáveis pela tragédia ainda não foram julgados.

O crime de homicídio foi retirado do processo em 2019, a morte das pessoas foi considerado pela justiça como morte causada pela tragédia, a comunidade no local não foi reconstruída e ainda não há respostas para recuperação do local.

PUBLICIDADE

Francisco de Paula de 51 anos, disse que o barulho da Lama varrendo toda a comunidade não sai da sua mente.

Bens materiais se recuperam, mas a vida não há como reaver, o que permanece é a saudade, Francisco diz que após passar 5 anos, ele e muitas outras vítimas não foram indenizado pela Vale.

Centenas de cadastros foram feitos em Mariana, foram quase mil núcleos mas apenas 345 foram indenizados até agora, apesar de toda a demora para ver a justiça sendo feita seu Francisco diz que a esperança permanece.

Ele acredita que pode demorar mas todos têm esperança de dias melhores, se as pessoas perderem a esperança perdem a força e todos entram no caminho do fracasso de onde não tem volta, por isso acredita que por mais que demore tudo deve-se resolver.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.