Jair Bolsonaro diz que não estranhou decisão do ministro do STF em anular condenação de Lula; “Edson Fachin tem forte ligação com o PT”

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) disse que não estranhou a decisão do ministro do STF, Edson Fachin, de anular as condenações do ex-presidente Lula, tornando-o elegível após mais de três anos. “Qualquer decisão dos 11 ministros é possível você prever o que eles pensam, e o que eles botam no papel.

PUBLICIDADE

O Presidente da República Jair Bolsonaro disse não ter estranhado a decisão tomada pelo Ministro do STF Edson Fachin em anular as condenações do ex-presidente Lula.

Segundo o presidente as decisões dos ministros podem ser previstas, é fácil observar a maneira que eles pensam e as atitudes que eles tomam.

O ministro Fachin sempre teve uma ligação forte com o PT e não estranha de maneira alguma a decisão que ele tomou em anular os processos contra Lula, disse presidente durante uma entrevista.

Com a decisão do ministro, Lula deve voltar a se elegível e pode disputar as eleições no ano que vem, Bolsonaro fala sobre a volta de Lula e diz que ele pode voltar a concorrer ele pode até se eleger.

PUBLICIDADE

Ele não acredita que o povo brasileiro queira um candidato como esse para o Brasil no ano que vem, somente de ter anulado as condenações a bolsa foi lá para baixo e o dólar para cima, o país todo sofreu com essa decisão.