Jovem de 19 anos é presa acusada de dopar, esquartejar e tacar fogo em corpo de vizinho

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 26ª DP (Samambaia Norte), prendeu, nesta quinta-feira (27/5), uma mulher suspeita de dopar, matar e esquartejar um vizinho, na quarta-feira (19/5).

PUBLICIDADE

A 26ª delegacia de Samambaia do Norte por meio da policial civil e a federal realizou a prisão nessa quinta-feira (27) de uma jovem de 19 anos suspeita de homicídio qualificado na região de Samambaia.

A vítima foi morta com um facão e em seguida carbonizada, o cadáver foi jogado em um poço no parque da proximidade.

PUBLICIDADE

Segundo os policiais que investigam caso a jovem dopou a vítima com tranquilizante e ligou o som muito alta para que os vizinhos não perceberem a execução e deu diversos golpes de facão na vítima provocando assim a sua morte.

Em seguida com a ajuda do esposo enrolaram a vítima em um cobertor e levaram o corpo para um local afastado e atearam fogo tentando sumir completamente com os vestígios.

PUBLICIDADE

O casal em seguida voltou para o apartamento e adulterou toda a cena do local, era um hotel em Samambaia, eles então saíram para comemorar a execução.

Mas após toda investigação da polícia civil e da Polícia Federal todo o crime foi descoberto e a principal suspeita a jovem foi presa.

PUBLICIDADE

Até o momento a polícia não informou a motivação do crime por que a jovem matou o vizinho, a polícia passou algumas linhas de investigação eles acreditam que possa se tratar de uma dívida que a jovem tinha com esse vizinho ou a intenção de roubar algo bem valioso.

A polícia ainda está buscando se a jovem e o marido tem envolvimento com drogas.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.