Jovem fica com o corpo paralisado após ser vítima de agressão dentro da ala psiquiátrica no litoral de SP:”Foi agredido de tal forma para o levar para a morte, tudo isto foi uma tentativa de homicídio”

O caso ocorreu no Hospital Irmã Dulce.

PUBLICIDADE

Depois de ser internado na ala psiquiátrica de um hospital da rede pública de Praia Grande, um jovem de 19 anos foi brutalmente agredido por paciente que estava no mesmo quarto. Thiago Barduco, encontra.se em estado grave, perdeu os movimentos desde o dia que foi agredido, informa a tia.

O jovem teria sido internado naquela ala, no último dia 30, depois de ter sido vítima de uma crise depressiva. Pelo fato da pandemia, os familiares, não conseguiram acompanhar o jovem, enquanto decorria o internamento. Ele apenas passaria a noite na unidade, tendo alta no dia seguinte, e iria regressar a casa.

PUBLICIDADE

Mas tudo mudou, por volta do meio-dia do dia seguinte, após o internamento, um paciente que dividia o mesmo quarto com o jovem, se teria soltado da maca durante um surto, acabando por espancar Thiago.

O jovem já foi achado pela equipe de serviço daquela ala, com vários ferimentos na face, cabeça e membros superiores. Além disso, realizou uma tomografia, onde foi diagnosticado vários coágulos de sangue localizados no cérebro.

PUBLICIDADE

Através de uma ligação, a família foi informada do ocorrido, pela unidade. A tia Michele Beleni, confirma ainda, que Thiago sofreu diversas convulsões antes de ter levado para a UTI, da mesma unidade onde permaneceu por oito dias e recebeu alta, sendo levado para a enfermaria, onde se encontra até ao momento.

Desde que ocorreu a agressão, Thiago não teve mais qualquer reação com os seus movimentos, com exceção que só movimenta os olhos e a cabeça.

PUBLICIDADE

Segundo ainda, a tia na enfermaria onde o jovem se encontra, está apenas sendo medicado com medicamentos, para alivio da dor, piorando cada dia o seu estado de saúde, uma vez que não consegue mais fazer a comunicação nem sequer através do olhar.

“Ele está se regredindo. Se permanecer ali na enfermaria, vai ser o próximo óbito”, desabafa Michele.

“Meu sobrinho, foi agredido de tal forma para o levar para a morte, tudo isto foi uma tentativa de homicídio. A mãe, encontra-se em estado de choque, apenas só consegue estar perto dele, sem paciência para nada mais”, finaliza.

A família abriu um B.O contra o paciente que causou a agressão de Thiago, e também devido à falta de segurança, entre pacientes internados naquela ala. O caso vai ser investigado pelas autoridades. Segundo a família, o culpado já recebeu alta e regressou a casa.

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!