“Jovens, fiquem em casa”, alerta mãe de rapaz de 26 anos que morreu com suspeita de estar contaminado com o novo coronavírus no Rio

A mulher relata que até tentou comprar o teste para o filho, indo até em laboratórios particulares, e afirma: “Nem pude ver meu filho e me despedir”.

PUBLICIDADE

Enquanto falava, sua voz se modificava por causa do choro e da revolta pelo que ocorreu com o filho, dona Maria Aparecida Martinez de 54 anos de idade perdeu o filho Gabriel Martinez, de 26 anos de idade.

Ao que tudo indica o rapaz morreu com suspeita de estar infectado pelo coronavírus, isso ocorreu no último sábado, dia 21 de março, na Tijuca, zona norte do Rio de Janeiro.

Dona Maria Aparecida lamenta o fato do filho ter morrido antes mesmo de poder ter realizado o teste e ter recebido o atendimento necessário para o seu caso.

O rapaz era músico e publicitário, além disso era uma pessoa muito saudável, sua mãe relata sentir muita dor ao não poder mais ouvir o barulho da chave abrindo e olhar e ver que era o filho chegando do trabalho.

PUBLICIDADE

E lamenta muito de não poder nem ter visto o filho direito,só pode olhar ele durante 2 minutos, mas sem poder tocá-lo, infelizmente nem teve a chance de despedir do seu próprio filho.