Laudo confirma que menino de 11 anos foi asfixiado pela própria mãe que confessou o crime: “Foi encontrado com corda enrolada no pescoço”

O laudo vai totalmente contra a versão apresentada pela mãe Alexandra Dougokenski.

PUBLICIDADE

Rafael Mateus Winques tinha 11 anos e morreu asfixiado pela própria mãe por meio de esganadura, versão confirmada pelo laudo do Instituto Médico Legal.

O laudo vai totalmente contra a versão apresentada pela mãe Alexandra Dougokenski, que disse que deu para o filho uma dose alta de calmante para que ele dormisse ao invés de passar a noite jogando no celular.

O corpo da criança foi encontrado em uma casa abandonada e estava com um pedaço de corda enrolada em seu pescoço, a casa fica a duas quadras de onde ele morava com sua mãe e o irmão de 16 anos em planalto no Rio Grande do Sul.

De acordo com informações do delegado responsável pelo caso a mãe do menino disse que deu a ele remédio para que ele dormisse, mas o laudo mostrou que o menino foi asfixiado.

PUBLICIDADE

Rodrigo Vinques é o pai de Rafael Mateus. Ele é separado da mãe e mora na cidade de Bento Gonçalves, nessa terça-feira o pai esteve presente no velório do filho de 11 anos.