Laudos mostraram que padrasto pisou na cabeça do enteado de 7 anos várias vezes para que ele não gritasse socorro e com as mãos o afogava na lama

O padrasto e um servente de pedreiro foram acusados pela polícia de matar o garoto Danilo.

PUBLICIDADE

Segundo os laudos apresentados pela Polícia Civil a respeito da morte de Danilo de Souza Silva de 7 anos, que foi encontrado morto afogado no brejo no meio da Lama em Goiânia, revela que Reginaldo Lima o padrasto do garoto pisou na cabeça do menino para evitar que ele gritasse por socorro.

O padrasto e um servente de pedreiro foram acusados pela polícia de matar o garoto Danilo, os dois foram presos na no dia 31 sexta-feira, Reginaldo está sendo acusado de ter assassinado o menino e o servente de pedreiro de auxiliar no crime.

PUBLICIDADE

Uma força-tarefa foi realizada para montar a cena do crime e investigar o que aconteceu, Reginaldo para evitar que o menino gritasse pisou na cabeça dele várias vezes e com a mão forçava a cabeça do garoto junto a lama até se afogar, disse o delegado Ernani Cazé.

O servente de pedreiro Hyan Alves de Oliveira 18 anos foi preso, ele é filho adotivo de um pastor que mora na mesma rua da família de Danilo.

PUBLICIDADE

A polícia informou que Ryan segurou os braços do menino para que fosse agredido, afirmou que iria receber um carro e uma moto.

A defesa do padrasto e do servente de pedreiro foi procurado, mas não quis se manifestar a respeito do caso, na delegacia de homicídios o padrasto de Danilo, Reginaldo alegou ser inocente.

PUBLICIDADE

A perícia feita no corpo de Danilo, mostra que ele foi asfixiado na lama, segundo o médico Legista Mário Eduardo Cruz, o corpo do menino estava a alguns dias na lama.

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.