Líder da Organização Mundial da Saúde afirma que “talvez” nunca existirá uma vacina que tenha eficácia comprovada contra a Covid-19 e as que vão sair pode ser de curta duração

Mas a preocupação é que talvez a vacina não funcione, que a proteção seja por prazo curto

PUBLICIDADE

Tedro Adhanom Ghebreyesus diretor-geral da Organização Mundial de Saúde, afirmou que a cura ou a vacina para a covid-19, pode não se tornar uma realidade, mais de 160 vacinas estão em desenvolvimento, 25 em fases Clínicas e mais de 130 em pré-clínicas, mas talvez nunca exista uma vacina que combata a doença.

No momento todas as vacinas estão em fase de teste e existe a possibilidade que elas não protejam como se espera, 25 das vacinas que estão sendo testadas em seres humanos, estão faltando pouco para a conclusão.

PUBLICIDADE

Mas a preocupação é que talvez a vacina não funcione, que a proteção seja por prazo curto como alguns meses somente, quando todos os testes forem concluídos é que será possível saber.

Grande parte da população ficou vulnerável na infecção, mesmo os países que lidam com surtos grandes, menos de 10% desenvolveram anticorpos contra o vírus, por isso a medida disponível deve ser seguida para evitar a transmissão do novo coronavírus, até que surja o remédio ou a vacina.

PUBLICIDADE

Até o momento, todos devem seguir as regras da Organização Mundial de Saúde, como o isolamento social, higienização das mãos, uso de máscara facial, se todos obedecerem essas normas, o quadro pode ser mudado.

A líder técnica da Organização Mundial de Saúde, afirmou que 0,6% das pessoas que são infectadas com coronavírus morrem em decorrência da doença, disse isso em uma reunião com cientistas, embora pareça um número pequeno não é, porque o vírus transmite com facilidade.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.