Madri instala com o UME um hospital de campanha em Ifema, com 5.500 leitos no pico do coronavírus

Na Espanha, existem 2.182 mortes por coronavírus e pouco mais de 33.000 infectados, “A pandemia está se acelerando”

PUBLICIDADE

A Comunidade de Madri  há instalado  um hospital de campo no IFEMA com 5.500 leitos hospitalares e uma UTI para responder à “demanda de assistência médica” esperada para os próximos dias aos enfermos de coronavirus.

 

Madri contará com a colaboração da Unidade de Emergência Militar (UME) para acelerar sua implementação   diante do pico de coronavírus, que deve chegar em breve. Os hotéis medicalizados   são mantidos para pacientes com perfis clínicos mais leves.

PUBLICIDADE

 

A Comunidade de Madri é a mais afetada, Também em Ifema, a partir desta tarde, será aberto um abrigo para os sem-teto, o que foi permitido por Samur Social, dependente da Prefeitura de Madri, e da UME.A presidente da

Comunidade de Madri, Isabel Díaz Ayuso, anunciou que Madri começará a fabricar  todo tipo  de equipamentos médicos para lidar com a crise do coronavírus e “proteger todo o pessoal médico”.

PUBLICIDADE

 

Em entrevista à Antena 3, ele pediu ao governo Pedro Sánchez  para não centralizar a aquisição desse tipo de material. Portanto, além da fabricação, a Comunidade de Madri também comprará máscaras e luvas por conta própria.