Mãe de 4 filhos é morta no DF e marido confessa ao irmão: ‘Fiz merda’

PUBLICIDADE

Uma mulher de 41 anos, mãe de quatro filhos, foi morta em Planaltina (DF) na manhã de ontem. Segundo a policia, o marido dela, Silvester Pereira, ligou para o irmão para confessar o crime e disse: “Eu estraguei tudo”. O homem ainda alegou ter tirado a própria vida, mas foi pego e levado para o hospital a tempo.

O assassinato de Joanna Pereira dos Santos ocorreu por volta das 8h no bloco 9E da área de Arapoangas. De acordo com a policia, um veículo que patrulhava a área foi abordado por quatro pessoas, sendo uma delas o irmão de Silvester, que relatou o ocorrido, e a polícia foi até o endereço e bateu na porta várias vezes, mas nada aconteceu.
O portão foi aberto à força e os agentes encontraram Joanna Pereira dos Santos morta, estrangulada. O marido dela também ficou ferido, com uma faca ao lado. Os filhos do casal, com idades entre 6 e 17 anos, dormiam no quarto ao lado e foram retirados da residência para serem cuidados pela tia.
“Foram observados dois indivíduos deitados inconscientes na cama com uma faca ao lado do provável autor, cobertos de sangue. Diante das circunstâncias, bombeiros militares foram chamados ao local e uma mulher foi encontrada morta no serviço. Ao Hospital Regional de Planaltina para um cidadão do sexo masculino, ele obviamente tentará a própria vida”, disse a policia.
O caso foi registrado na 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), mas será investigado na 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina). A polícia informou em nota que detalhes do histórico familiar não serão divulgados por se tratar de crime previsto na Lei Maria da Penha.

Via: noticias.uol.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Julia Carolina

Gosto sempre de trazer novidades e curiosidades para manter o publico informado no dia dia, sigo a linha de noticias infantis e voltadas ao publico materno, alem de receitas e remédios caseiros.