Mãe com Covid-19 morre após 15 dias do filho morrer com a mesma doença, apenas a filha resistiu:”A minha mãe não soube que o filho morreu”

A informação foi confirmada nesta terça-feira(28).

PUBLICIDADE

Mãe e filhos, foram infectados com o novo coronavírus, mas infelizmente só a filha sobreviveu. Luiz Fagner Dias Novaes, morreu infectado com o vírus, mas não ficando por essa tristeza, quinze dias depois a sua mãe Alzira Novaes de 50 anos, também não resistiu, e acabou também por morrer.

PUBLICIDADE

O jovem era vigilante e a mãe dona de casa, ambos estavam infectados e ainda a sua filha Maria Carolina de 39 anos, técnica de enfermagem também, mas foi a unica que conseguiu resistir à doença.

O pai dos jovens estava internado no hospital de Cubatão, que foi vitima de um AVC, e a família estaria reversando as visitas, e acabaram por contrair o novo coronavírus.

PUBLICIDADE

O jovem, estava internado na área da UTI, já inconsciente e veio a óbito no passado dia 12. A mãe também estava internada na mesma área e veio a óbito nessa tarde de segunda-feira 27.

A única sobrevivente, Maria Carolina, que já se encontra em casa a recuperar da doença, conta para os parentes e amigos que o momento que está vivendo agora é de muita tristeza.”Estou mal.Meu pai chora demais. Nós oramos muito por ela, mas essa doença, é muito triste”, conta.

PUBLICIDADE

A família reside na Praia Grande, e o pai da jovem está internado em Cubatão, devido a ele ter trabalhado na unidade hospitalar durante alguns anos, por isso preferiu procurar atendimento naquela cidade.

A dona de casa, já era de um quadro de risco, segundo a filha ela sofria de problemas renais e cardíacos. Mas ao contrário o irmão não tinha qualquer problema de saúde, além de praticar esporte.

A mãe, encontrava-se internada no Hospital Guilherme Álvaro, na cidade de Santos,tempo antes de ela falecer, ela tinha apresentado sinais de melhoras, mas piorou e acabou por não resistir.

Infelizmente ela não chegou a saber, que o seu filho teria morrido. “Ela apenas esteve dois dias consciente, antes de ser intubada de novo. Só escrevemos uma carta a dizer que estava tudo bem”, conta.

“Infelizmente a doença não escolhe idade, mas acaba por fazer todos à sua volta sofrerem. A unidade da UTI, todos os dias é uma caixinha de surpresas. A minha mãe, era a melhor paciente no sábado, e já no domingo se tornou a pior após o seu estado de saúde dar uma piora e nessa segunda ela se foi.

Ela era muito lutadora e lutou bravamente, mas agora ela teve o seu merecido descanso. Só que jamais não queria que alguém passasse por esse desespero e dor”. Nas redes sociais a jovem recebeu inúmeras mensagens de luto e apoio no momento de dor, e chegou a escrever algo sobre a morte da mãe.

 

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!