Mãe confessa que matou a filha com socos e chutes por ela ter se tornado sexualmente ativa, a menina sofreu politraumatismo

A polícia quer saber se Luna sofreu violência sexual.

PUBLICIDADE

A menina Luna Nathielli Bonett Gonçalves, foi morta de forma brutal pela própria mãe no Vale do Itajaí na última quinta-feira (14).

A própria mãe confessou que matou a menina com socos e chutes por represália por que não aceitava que a filha tivesse se tornando sexualmente ativa.

PUBLICIDADE

Luna foi levada ao hospital sem vida e com sinais de violência por todo seu corpo e de acordo com os resultados dos laudos médicos ela teve politraumatismo por causa das agressões causadas pela mãe.

No início, logo depois da morte dela adolescente na madrugada da última quinta-feira a mãe e o padrasto disseram que Luna havia caído de uma escada depois que tentou resgatar um gato.

PUBLICIDADE

De acordo com eles Luna estava consciente depois da queda, seguia realizando suas atividades normais até que começou a passar mal e s bombeiros formam chamados.

O padrasto foi chamado para depor e foi acompanhado de um advogado, ele foi informado junto com a mãe sobre os resultados dos laudos.

PUBLICIDADE

Então a mãe de Luna confessou que teria matado a filha porque ela havia se tornado sexualmente ativa e tinha um relacionamento afetivo, a mãe não aceitou e por isso agrediu a filha.

Os laudos revelaram que Luna tinha diversas lesões internas no crânio, em seu baço, no pulmão, no intestino e tinha também uma laceração na vagina e a polícia está investigando se ela sofreu violência sexual.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.