Mãe deixa filho sozinho em casa com três cachorros, e um deles da raça pit bul

Criança é achada sozinha em casa com três cachorros, em Goiânia; vídeo

PUBLICIDADE

Uma criança de 4 anos foi achada sozinha dentro de casa na região de Balneário Meia Ponte, que fica localizado em Goiânia. As informações ditas pelo Conselho Tutelar, o garoto estava em companhia de pelo menos 3 cachorros, e um deles sendo da raça pitbull adulto. A criança foi tirada de dentro da casa pelos conselheiros nesta última quarta-feira do dia 24 de junho.

Notícias anônimas disseram que o conselheiro entrou em cena e soube que a criança estava sozinha à tarde, quando sua mãe estava trabalhando. Um dos profissionais que respondeu ao caso, Valdivino Silveira, explicou que a criança não era ruim e já havia comido, mas estava em risco de ser abandonada.
Para pegar o menino, os profissionais do conselho foram obrigados a segurar o cachorro grande, que se mostrou ser muito agressivo com pessoas de fora, para poder então abrir o portão e pegar a criança que estava na casa.”Ele falava: ”Tio, por favor, me leva daqui”, contou.
Segundo ele, o menino precisou ser levado ao Conselho de Segurança e sua mãe o procurou cerca de duas horas depois.
”A mãe falou que tinha ido ao supermercado, por isso que largou o garoto em casa sozinho. Os conselheiros deixaram que a mulher voltasse para casa levando um menino, mas ela foi advertida pelo que fez, e assinou um termo dizendo que nunca mais iria fazer isso novamente”, contou.
Para os conselheiros a mãe do garoto esclareceu que foi apenas no mercado comprar algumas coisas, e que por isso o menino ficou em casa sozinho. Ela foi advertida e assinou um termo de compromisso dizendo que nunca mais iria cometer esse ato”, contou.
Segundo Valdivino o conselheiro cuidou do caso, a mãe tem um parceiro que pode ser o padrasto do menino, que também mora nesta casa, mas não estava na hora do ocorrido. Segundo o profissional, a mulher disse que possuía uma loja de roupas.
O caso foi registrado na Polícia Militar, o RAI [Registro de Atendimento Integrado], e logo em seguida a mulher foi liberada ir para casa com a criança, mas o processo ira continuar e ela vai responder em liberdade por abandono de incapaz ou negligencia. Os conselheiros decidiram dar um voto de confiança para essa mãe”, contou um dos conselheiros.

Via: g1.globo.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Wellington Pereira Da Silva

Sou Estudante e redator amo escrever as melhores notícias ,curiosidades, historias ,dicas e entretenimento você encontra por aqui.