Mãe juntamente com padrasto de seu filho torturam a criança e tiram sua vida para que os dois pudessem ser felizes sozinhos sem a presença do menino

A mãe e o padrasto da criança queriam ser felizes sem o menino.

PUBLICIDADE

 

Em Campina Grande no Pernambuco uma criança de dois anos foi torturada até a morte por sua própria mãe e por seu padrasto. A criança foi levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

O caso absurdo chocou a população da cidade e já de acordo com as informações do delegado responsável pelo caso, a mãe da criança jogou a culpa no padrasto que por sua vez também dizia que a mulher era quem agredia o filho constantemente.

PUBLICIDADE

De acordo com as informações das testemunhas o casal é culpado das agressões contra a criança e não somente contra o menino de apenas 2 anos que morreu por causa das agressões, o casal também batia muito na irmã mais velha do menino que tinha 4 anos de idade.

De acordo com as informações o casal teria batido na criança muitas vezes, principalmente nas costas e que eles teriam jogado com força contra o chão. Depois dessas agressões a mãe teria voltado a bater no menino porque ele não queria comer.

PUBLICIDADE

Toda essa violência contra a criança teria provocado o rompimento de seu fígado, a criança foi socorrida e levada ao hospital, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

O padrasto e a mãe da criança foram presos e irão responder criminalmente pelo crime bárbaro contra uma criança inocente e sem possibilidade alguma de se defender. As crianças não estão seguras nem em seu próprio lar.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.