Mãe de menino de 11 anos com câncer fala sobre o horror vivido no porão do hospital ucraniano por causa da guerra: “Ele quer viver”

A mãe relatou que as crianças entendem o que está acontecendo.

PUBLICIDADE

Em uma entrevista a mãe de menino de 11 anos com câncer falou sobre o horror vivido no porão do hospital por causa das bombas lançadas na Ucrânia. O menino Depende de remédios para sobreviver e para não interromper o tratamento está juntamente com outras 27 crianças escondidas no porão do hospital.

A mãe disse que precisa de ajuda para tirar as crianças em segurança, em um comboio médico, no entanto ninguém até o momento foi tentar salvá-los. Estão tirando todos ao redor deles então eles têm que ficar escondidos no porão, mas o ar é muito ruim para saúde das crianças que estão doentes.

PUBLICIDADE

Ela relatou que todos estão traumatizados psicologicamente, seu filho tem um câncer abdominal raro, mas ele quer muito viver.

O garoto sonha em ter um futuro e adora construir coisas e ele passou todas as 7 horas etapas da quimioterapia como um herói e agora precisa iniciar outro tratamento, mas por causa da guerra isso tem se tornado algo que parece impossível.

PUBLICIDADE

Depois que Hospital foi atacado os médicos decidiram levar 35 crianças para o porão onde estão escondidas. Alguma dessas crianças foram retiradas e foram levadas em um comboio com suas famílias para a Polônia, como não havia lugar para todos algumas crianças precisaram ficar.

A mãe disse que essas crianças entendem o que está acontecendo, elas choram, gritam e oram a Deus. Todas elas estão em pânico. Os que estão com tumores cerebrais começaram a ter hemorragia nasal por causa do medo e do pavor que estão sentindo.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.