Mãe que foi presa por agredir e torturar a filha de 7 anos em um vídeo conta o que a levou agir daquela forma com a garotinha

No vídeo é possível ver a mulher interrogando a filha sobre algo que ela havia encontrado na rua.

PUBLICIDADE

De acordo com a polícia militar, uma mulher de 25 anos, foi presa por agredir a filha de 7 anos com um fio de extensão, este fato aconteceu na Cidade de Montes Claros, no norte de Minas, as imagens foram feitas pelo próprio marido da mulher, que também está preso.

No vídeo é possível ver a mulher interrogando a filha sobre algo que ela havia encontrado na rua, a criança foi questionada pela mãe e sem responder foi agredida, com tapas e fios. De acordo com a polícia, a mulher declarou em depoimento que encontrou a filha brincando com uma camisinha e esse teria sido o motivo que a levou a agredir com violência a criança.

PUBLICIDADE

A criança estava com a boca e no nariz sangrando por causa da agressão, ela ainda foi agredida com um saco na cabeça, a menina disse para a Polícia Militar que já havia sido agredida outras vezes pela mãe, mas depois que a criança esteve com a família, mudou a versão dizendo que foi a primeira vez que foi agredida.

De acordo com José Fernandes, o cabo da Polícia Militar, a filmagem do vídeo foi feita perto das 12 horas do dia 13, o homem gravou o espancamento para usar contra a mulher, eles estavam divorciados, há mais de um ano, ele possuía uma medida protetiva que o impedia de se aproximar da ex-mulher.

PUBLICIDADE

De acordo com o cabo Fernandes, a Polícia Militar, foi acionada e quando chegaram ao local, o ex marido e a mulher estavam discutindo, no meio dessa ocorrência, o homem mostrou o vídeo do espancamento para a polícia.

Os dois foram presos em flagrante, a menina foi encaminhada para o Instituto Médico Legal para realizar exame de corpo de delito.

PUBLICIDADE

A polícia civil instaurou inquérito para investigar o caso, afirmou que a mulher foi autuada por tortura e o homem autuado por extorsão, ele está na prisão de Bocaiuva, a mulher está na prisão de Itacarambi, de acordo com a defesa da mãe agressora, o ex-marido a incitou a fazer aquilo, acrescentou a advogada, que a mulher não percebeu que estava sendo filmada e entrará com pedido de habeas corpus nos próximos dias.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.