Mãe da técnica em enfermagem que morreu em Pernambuco com coronavirus esperando vaga no leito de UTI que nunca saiu diz que foi negligência

A técnica em enfermagem Williane Lins dos Santos morreu na última sexta-feira (17) enquanto aguardava uma vaga na UTI.

PUBLICIDADE

A mãe da técnica em enfermagem que morreu em Pernambuco vítima do novo coronavirus fez uma declaração denunciando negligência no tratamento da filha.

A técnica em enfermagem Williane Lins dos Santos morreu na última sexta-feira (17) enquanto aguardava uma vaga na UTI do hospital Murilo de Oliveira em Vitória de Santo Antão na Zona da Mata.

De acordo com sua mãe, a fisioterapeuta Maria Soares Lins a unidade foi negligente no tratamento a sua filha que acabou não resistindo e morreu. Maria Soares disse que o   diagnóstico para Covid-19 foi confirmado na terça-feira 21.

Williane deixou uma filha de 6 anos e a mãe disse que sua filha era uma profissional de saúde muito dedicada, prestativa, mas morreu sem qualquer assistência.

PUBLICIDADE

A mãe da técnica em enfermagem afirma que a falta de assistência aconteceu desde o primeiro dia em que a filha procurou ajuda depois de começar a sentir os primeiros sintomas no dia 2 de abril.