Mais parcelas do auxílio emergencial podem ser liberadas pelo presidente

Inicialmente seriam três meses de auxílio, mas Bolsonaro cogita aumentar o tempo, só não deu certeza se mantém o valor

PUBLICIDADE

Mais três parcelas do auxílio emergencial podem ser liberadas pelo governo, foi o que afirmou o presidente Jair Bolsonaro no dia dois de junho em coletiva no Palácio da Alvorada.

Ele também afirmou estar esperando que governadores afrouxem as medidas de isolamento para que as pessoas voltem logo ao trabalho.

As falas do presidente desde que começou a pandemia foram contrárias ao isolamento e defendendo a volta do comércio.

Para ele os informais serão os mais afetados por não conseguirem exercer suas atividades de venda nas praias, ruas, estádios de futebol e os R$600,00 do auxílio é que estão controlando essas pessoas para que se acalmem.

PUBLICIDADE