Marido espanca mulher e grava vídeo para mostrar aos amigos

A vítima de 28 anos entrou em coma e morreu seis dias depois

PUBLICIDADE

Violência e discussão são coisas completamente diferentes e que são separadas apenas por uma linha, que não se deve cruzá-la, mesmo que a outra pessoa tenha se comportado de uma forma inadequada. É preciso saber lidar com as situações sem partir para a agressão.

Ao presenciar qualquer tipo de violência, é preciso interferir e não deixar a situação se agravar. Caso se torne uma testemunha de qualquer tipo de violência, interfira e mostre compaixão pela vítima.

PUBLICIDADE

Resultado de imagem para Marido espanca a esposa e filma para mostrar aos amigos

Um homem russo que foi identificado como Maxim Gribanov, de 34 anos, foi preso e sofreu uma condenação de 15 anos de prisão após o falecimento de sua esposa, que foi espancada por ele em sua própria residência em Lebedyan, no oeste da Rússia.

PUBLICIDADE

Como foi reportado através da imprensa local, o homem havia espancado sua esposa, e acabou filmando todo o ato de agressão contra a mulher, para posteriormente mostrar para os seus amigos.

A vida do espancamento foi identificada como Anastasia Ovsiannikova, de 28 anos de idade. A mulher foi espancada pelo marido após ter dito para o mesmo que queria se separar dele.

PUBLICIDADE

Após ter chutado e batido na esposa durante horas, o homem filmou toda a ação para compartilhar com seus amigos posteriormente, com a intenção de mostrar para eles como que se mantinha uma mulher sob controle.

O resultado de toda a violência contra mulher foram hemorragias graves, sangramento interno, e vários ossos quebrados por todo o corpo da russa.

Mesmo após ter sido espancada pelo marido, segundo informações do Daily Mail, a vítima ainda conseguiu pedir ajuda e chamar a emergência, depois de ter sido agredida durante horas pelo marido.

Em seguida a mulher foi levada às pressas pelo serviço de emergência para um hospital. No local ela acabou precisando ficar em coma induzido devido os graves ferimento que sofreu durante o espancamento.

Após ter ficado seis dias internada no hospital, a russa não resistiu aos ferimentos e acabou falecendo. Foi informado por amigos e familiares da mulher que ela havia conhecido outra pessoa recentemente e por isso estava tentando tomar coragem para deixar o marido, mas tinha medo da reação dele quando ela pedisse para se separar, pois ele poderia fazer algo. A vítima vinha sendo abusada por Gribanov por vários anos, chegando até mesmo a ser forçada a largar seu emprego.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.