Pai que abusava de filha de 3 anos em Manaus dizia: “Você tem que aguentar”

Homem cometeu abusos contra criança e relatou com detalhes

PUBLICIDADE

Os crimes sexuais são os que mais revoltam a sociedade, principalmente ao se tratar de casos onde tem crianças envolvidas. Diariamente vários casos são expostos pela mídia a respeito de crianças que passam por este tipo de abuso.

Um homem de 33 anos, que não teve sua identidade revelada, foi acusado de ter estuprado a própria filha, e agora está sendo investigado a respeito do crime.

PUBLICIDADE

O crime ocorreu no ano de 2012, quando a criança tinha três anos de idade e o pai já abusava dela. O homem foi preso pelo crime posteriormente, e está sendo investigado.

Polcia prende homem que estuprou a prpria filha em Manaus Foto Reproduo

PUBLICIDADE

Depois de uma longa procura pelo homem, que estava foragido da policia, ele foi preso por ter cometido os abusos contra a própria filha, uma criança de três anos de idade. Ele teve expedido um mandato de prisão preventiva contra ele.

O criminoso foi encontrado na casa de seus pais em Compensa, em Manaus. Os policiais foram até o local e encontraram o homem que estava como foragido há algum tempo desde o crime cometido.

PUBLICIDADE

A delegada Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) relatou que o mandato contra o homem havia sido expedido há muito tempo, no ano de 2014.

Na época, o mandato foi expedido pela juíza Careen Aguiar Fernandes. Ao saber a respeito da situação, o homem fugiu e se tornou foragido, sendo assim não sendo preso pelos policiais na ocasião em questão.

Algumas pessoas denunciaram a respeito do local onde o acusado estaria, na época. Foi sugerido que o homem estaria em Roraima. A polícia declarou que foi aberto um inquérito policial a respeito do sujeito que foi acusado de estupro de vulnerável.

Após o mandato de prisão ter sido registrado, o homem passou a ser um procurado da Justiça. Desde então ele passou então a ser procurado pela polícia para cumprir o mandato que foi expedido contra ele.

A polícia informou que em 2014 o homem ainda conseguiu se aproximar novamente da criança, onde novamente cometeu um crime ainda pior, e consumou a conjunção carnaval com a própria filha. No depoimento a criança revelou que quando o pai abusava dela, ela pedia para que ele parasse porém ele prosseguia com o ato. A menina ainda revelou que o pai teria dito para ela que ela deveria aguentar pois já era uma mocinha.

Os crimes sexuais são os que mais revoltam a sociedade, principalmente ao se tratar de casos onde tem crianças envolvidas. Diariamente vários casos são expostos pela mídia a respeito de crianças que passam por este tipo de abuso.

Um homem de 33 anos, que não teve sua identidade revelada, foi acusado de ter estuprado a própria filha, e agora está sendo investigado a respeito do crime.

O crime ocorreu no ano de 2012, quando a criança tinha três anos de idade e o pai já abusava dela. O homem foi preso pelo crime posteriormente, e está sendo investigado.

Depois de uma longa procura pelo homem, que estava foragido da policia, ele foi preso por ter cometido os abusos contra a própria filha, uma criança de três anos de idade. Ele teve expedido um mandato de prisão preventiva contra ele.

O criminoso foi encontrado na casa de seus pais em Compensa, em Manaus. Os policiais foram até o local e encontraram o homem que estava como foragido há algum tempo desde o crime cometido.

A delegada Juliana Tuma, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) relatou que o mandato contra o homem havia sido expedido há muito tempo, no ano de 2014.

Na época, o mandato foi expedido pela juíza Careen Aguiar Fernandes. Ao saber a respeito da situação, o homem fugiu e se tornou foragido, sendo assim não sendo preso pelos policiais na ocasião em questão.

Algumas pessoas denunciaram a respeito do local onde o acusado estaria, na época. Foi sugerido que o homem estaria em Roraima. A polícia declarou que foi aberto um inquérito policial a respeito do sujeito que foi acusado de estupro de vulnerável.

Após o mandato de prisão ter sido registrado, o homem passou a ser um procurado da Justiça. Desde então ele passou então a ser procurado pela polícia para cumprir o mandato que foi expedido contra ele.

A polícia informou que em 2014 o homem ainda conseguiu se aproximar novamente da criança, onde novamente cometeu um crime ainda pior, e consumou a conjunção carnaval com a própria filha. No depoimento a criança revelou que quando o pai abusava dela, ela pedia para que ele parasse porém ele prosseguia com o ato. A menina ainda revelou que o pai teria dito para ela que ela deveria aguentar pois já era uma mocinha.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.