Médica se dopava de acordo com o suspeito de tê-la jogado do 5º andar

Ele alega que médica já tinha ideias suicidas

PUBLICIDADE

A tragédia aconteceu nesta segunda-feira, 20 de julho, durante a madrugada. A jovem médica de 27 anos, Sáttia Lorena Patrocínio caiu da janela do quinto andar em um apartamento em no Bairro Armação, Condomínio Serra Mar.

De acordo com suspeitas da polícia e também da família da médica, o médico Rodolfo Cordeiro Lucas teria a empurrado, por conta disso ele foi preso em flagrante nesta segunda-feira e decretada prisão preventiva pela justiça por tentativa de feminicídio.

PUBLICIDADE

No entanto, para sua defesa, Rodolfo alega que a médica teria se jogado da janela do apartamento e esclarece a polícia que Sattia já pensava em suicídio e fazia uso de medicamentos controlados.

De acordo com ele, os dois testavam juntos há seis meses e que ela era muito ciumenta e por conta disso o agredia constantemente, com mordidas, tapas e socos, e que as brigas entre eles ocorriam sempre e ela muitas vezes falava em se jogar da janela.

PUBLICIDADE

No dia do fato ocorrido, Rofolfo relata que eles estavam brigando e que Sáttia foi para o quarto e quando ela o gritou já estava pendurada na janela, ele alega que tentou socorrê-la segurando –a pela mão, mas não conseguiu e a médica acabou caindo.

A família da médica não acredita na versão contado por Rodolfo, pois de acordo com os familiares de Sáttia, ela não tomava nenhuma medicação para depressão.

PUBLICIDADE

A médica está internada no Hospital Geral do Estado (HGE) e seu estado é bastante grave, está com o rosto fraturado, bacia e também membros inferiores. O esperado é que a médica se recupere para que possa esclarecer o que ocorreu, se realmente o médico está com a razão ou ele é mesmo o autor do crime.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.