Médico conhecido como Dr. Anjo morto após complicações de covid-19, permaneceu quase um mês internado e irmã faz um desabafo emocionante:”Lutou até ao final”

O médico residia em Salvador (BA), e trabalhava em UTI de doentes com o novo coronavírus.

PUBLICIDADE

Gillian Vitor Reis, de 28 anos foi mais uma das vítimas do novo coronavírus, ele estava internado quase há um mês, e acabou por não resistir à doença. A vítima era médico, e sofreu complicações dos danos que a doença causou nos pulmões, confirmou a irmã, Giovana Reis.

Ainda segundo as informações da familiar, o médico deixou de ter melhoras no quadro clinico depois de ter uma pneumonia precisou ser entubado. Ela conta, que ele teve uma pneumonia, e desde dessa altura não teve mais melhora.

PUBLICIDADE

Conta ainda, que ele lutou até ao fim, para não precisar de ser reencaminhado para a UTI, e ser entubado. Acrescenta que ele sabia, de todos os procedimentos que iria passar ao ser levado para a UTI. Mas não teve jeito,os pulmões não responderam mais ao tratamento.

Segundo ela, Gillian tinha se formado em 2018, e tinha exercido profissão na região noroeste paulista. Logo um ano depois, ele se mudou para Salvador (BA), onde exercia na UTI com pacientes com a doença.

PUBLICIDADE

Ela conta, que desde o inicio da pandemia, ele já se encontrava a trabalhar na UTI com pacientes da doença. E que no inicio, todos tinham ficado com medo do desconhecido, mas ele sempre falava que ele como médico não enfrentasse, quem iria enfrentar.

Giovana conta ainda, que no dia treze de dezembro, o irmão tinha ido ter com a família em Bandeirantes d’Oeste, no distrito de Sud Mennucci. Que cinco dias depois, ele realizou uma tomografia, no qual estava sentindo falta de ar, e foi diagnosticado que os pulmões estavam comprometidos. Logo após, foi internado.

PUBLICIDADE

Ela conta, que foi um susto, mas que ainda está sendo. Conta que o irmão, era uma pessoa muito querida por todos. Tinha como apelido doutor anjo. Giovana conta que recebeu diversas mensagens e orações de pessoas que jamais conhecia, e de outros lugares, no tempo que ele permaneceu internado, até ao seu falecimento.

A morte do médico


Nas redes sociais, a morte de Gillian foi divulgada, pela prefeita da cidade onde o médico trabalhou. Ainda na postagem, Katia Morita lamenta a morte e deixa um alerta sobre o perigo da doença.

Na postagem, ela conta que foi com uma grande tristeza que recebeu a noticia da morte do jovem, no qual dividiu vários plantões no Pronto Socorro. Ela descreve o médico como uma pessoa atenciosa, dedicado e um apaixonado pela medicina e por cuidar das pessoas, Dr: Gillian se foi após ter sofrido complicações causadas pela doença do novo coronavírus, finaliza.

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!