PUBLICIDADE

Médico de Dilma, Lula e Temer foi internado com suspeita de coronavírus

Segundo o médico, ele começou a notar os sintomas e decidiu ir até o hospital para fazer os exames necessários

PUBLICIDADE

Com toda essa situação em que estamos vivendo em nosso país, com a pandemia do coronavírus, é de suma importância identificar as pessoas infectadas, isolar cada uma delas e iniciar o tratamento. É importante também o isolamento da população, para que a propagação dessa doença não seja maior.

Com o país de quarentena, as pessoas que estão na linha de frente diante dessa doença são os profissionais de saúde, de limpeza e outros que não podem permanecer em casa, para que nós possamos ficar. O médico Roberto Kalil Filho, conhecido por ser médico de Dilma, do ex-presidente Lula e também de Michel Temer, acabou sendo internado às pressas na última segunda-feira, 30 de março, com uma suspeita do Covid-19.

Segundo o próprio médico, ele conta que começou a sentir os sintomas da doença, e logo se dirigiu ao hospital, uma vez que ele confirmou ter tido contato com outros médicos que já haviam testado positivo para a doença. Ele conta que começou a passar mal e sentiu depois a necessidade de ir ao hospital, suspeitando estar com coronavírus.