Médico nova iorquino morre de COVID-19

James Mahoney adiou a aposentadoria para cuidar de vítimas do novo coronavírus

PUBLICIDADE

Assim que começou a pandemia causada pelo novo coronavírus , o médico James Mahoney, 62 anos, que estava prestes a se aposentar, resolveu esperar mais um pouco. Ele estava trabalhando em um hospital no bairro do Brooklyn, atuando na linha de frente nos atendimentos contra o coronavírus.

Os sintomas começaram a se manifestar em meados de abril e no dia 20 do mesmo mês ele apresentou dificuldades para respirar e teve de ser internado, morrendo uma semana depois.

Mahoney atuou na medicina por 40 anos, lutou contra a Aids em 1980, sempre na linha de frente, ajudou nos atendimentos do atentado de 11 de setembro, quando as Torres Gêmeas foram atingidas em 2001 e também atendeu vítimas do tornado Sandy em Nova York.

Mesmo com os pedidos dos amigos e familiares para que ele não se envolvesse não adiantou, ele não atendeu, ficou atuante até o fim.

PUBLICIDADE