Menina de 6 anos que que foi terrivelmente torturada pela mãe e a madrasta pode ficar em estado vegetativo

A menina de seis anos que foi hospitalizada no último dia 19 após ser torturada e espancada pela mãe e pela madrasta na cidade de Porto Real, no sul do Rio de Janeiro, está internada em estado grave com uma hemorragia cerebral inoperável e corre o risco de ficar permanentemente em estado vegetativo.

PUBLICIDADE

A criança de 6 anos que foi agredida no último dia (19) pela mãe e a madrasta na cidade de Porto Real no Rio de Janeiro está internada em estado gravíssimo no hospital após ter uma hemorragia cerebral inoperável.

Segundo os médicos a criança corre risco de ficar em estado vegetativo.

PUBLICIDADE

Uma decisão do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro publicada na última quarta-feira 21 decidiu pela prisão pela prisão preventiva da mãe e da madrasta da menina.

Segundo o juiz a criança além de ser espancada levou socos chutes, ela foi torturada com cabo de televisão e foi jogada por de um barranco de 7 m de altura, ela foi socorrida é levada para o hospital e está em estado gravíssimo.

PUBLICIDADE

As duas mulheres confessaram o crime na delegacia confirmaram ter agredido a menina, a criança estava com o corpo todo machucado passou por um intenso sofrimento físico e psicológico.

Somente socorreram a criança quando estava próximo ao falecimento, a menina não teve nenhum cuidado e não recebeu alimentação.

PUBLICIDADE

O juiz também considera algo extremamente horrível que a própria mãe ajudou nas agressões e tem que pagar pelo crime da mesma natureza, a família morava no bairro de Jardim das Acácias.

O SAMU levou a menina para o hospital e a Polícia Militar prendeu as mulheres, as duas foram levadas para a delegacia, segundo o delegado o que motivou o crime foi o ciúmes da madrasta.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.