Menina indígena de 11 anos sofre abuso coletivo, homens confessam e um deles é tio da criança

A vitima foi obrigada a beber pinga antes do ocorrido

PUBLICIDADE

Segundo relatos da polícia cinco homens confessaram um crime brutal que aconteceu em Dourados (MS) no dia 09 de agosto, uma criança de apenas 11 anos foi abusada e teve sua vida ceifada por pessoas que agora se entregaram e confessaram o acontecido.

Três adolescentes e um adulto abusaram da menina, os menores embriagaram a criança e levaram até o lugar onde o crime foi cometido, chegando lá mais duas pessoas estavam esperando um adulto e mais um menor.

PUBLICIDADE

A menina foi obrigada a tomar mais bebida e confessaram a polícia o abuso de forma coletiva, o tio da vítima foi um deles, ainda contaram que a criança gritava muito e desmaiou algumas vezes durante o ocorrido.

Devido aos gritos e ao fato de ela ter ameaçado contar para as pessoas o que aconteceu eles resolveram por bem jogar a menina de um penhasco com cerca de 20 metros, o corpo foi achado dia 9 deste mês com muitas marcas inclusive de socos e chutes, mais pessoas já haviam sido ouvidas sobre o caso e o abuso confirmado no exame necroscópico.

PUBLICIDADE

Os cinco que confessaram o crime e irão responder pelo abuso a vulnerável, feminicídio e homicídio, já os adolescentes devem responder por atos inflacionários que sejam equivalentes ao crime dos adultos.

Tudo isso aconteceu próximo a uma comunidade indígena, aldeia Bororó no Mato Grosso onde a criança morava, acredita-se que os menores haviam sido pagos para levar a menina até o local, mas segundo a investigação tudo havia sido combinado entre eles para realizar o abuso.

PUBLICIDADE

 

PUBLICIDADE

Escrito por Julia Carolina

Gosto sempre de trazer novidades e curiosidades para manter o publico informado no dia dia, sigo a linha de noticias infantis e voltadas ao publico materno, alem de receitas e remédios caseiros.