Menino de dois anos, se engasga com peça de brinquedo e fica em estado grave: “O Senhor não pode tirar o meu filho, porque ele foi um presente”, diz a mãe

O menino encontra-se internado no CTI da Santa Casa de Montes Claros (MG).

PUBLICIDADE

Uma criança de dois anos, precisou de ser socorrido às pressas pela mãe e pelo tio depois de ter engasgado com um brinquedo. O caso ocorreu no passado domingo (17), quando Luiz Otávio Aquino estava em casa da avó.

Isabela Aquino, conta que o filho estava sentado na sala a brincar normalmente, como era habitual. E só depois se deu conta que ele tinha uma ventosa, uma pecinha de uma flecha na boca. Ela conta que falou para o menino retirar o objeto, só que ele entretanto sugou acabando por ir parar na garganta.

PUBLICIDADE

A mãe, conta ainda, que no mesmo momento enfiou o dedo para tentar retirar o objeto, só que já estava longe, mais pro fundo. Foi então que se dirigiu de imediato até à unidade hospitalar.

Isabela levou o filho até à unidade hospitalar, com a ajuda do irmão. Luiz sofreu uma parada cardiorrespiratória e uma obstrução das vias aéreas, no qual necessitou de ser reanimado, por cerca de trinta minutos. Depois de todas as manobras, a circulação espontânea voltou.

PUBLICIDADE

Ela conta ainda, que sempre tentava fazer uma massagem, mas apenas só saía baba, e então entrou em desespero. Conta ainda, que tentou colocar o menino de brucos, para fazer com que a pecinha saísse,mas nada adentou. Foi então que no caminho até à unidade, o irmão gritava com desespero para que os outros motoristas cedessem passagem.

Isabela conta que ficou com muito medo, mas tinha muita fé. Quando o menino desfaleceu, ela conta que disse para Deus:”Que o Senhor não o poderia tirar o menino dela, porque ele tinha sido um presente. Devido a ela ter demorado um ano e oito meses a ficar grávida dele.

PUBLICIDADE

E que jamais não queria deixar o filho morrer, e implorou. Ela conta que ficou em total desespero diante aquele cenário. Devido a outros fatores técnicos, o menino teve que ser transferido, ainda no mesmo domingo, para outra unidade, onde se encontra internado atualmente.

O pai do menino, Charles Madureira, conta que o menino permanece no CTI, entubado mas o seu quadro clinico é estável. Os médicos têm medo que ele possa sofrer sequelas, pelo tempo que permanecer desfalecido, mas que se Deus quiser, ele vai sair dessa, finaliza.

O Corpo de Bombeiros deixa um alerta, que em caso como este deverá ligar de imediato para o telefone 193.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!