Mesmo com autorização de Bolsonaro, Igrejas Católicas não realizará missas

Depois da autorização de Bolsonaro em reabrir os templos religiosos, Igreja Católica decidiu que não realizará missas.

PUBLICIDADE

Atualmente estamos vivendo uma pandemia mundial, por causa do temido vírus do novo coronavírus. O vírus tem mostrado que é poderoso e capaz de mudar a rotina de milhões de pessoas,e de tirar vidas como tem feito em diversos países pelo mundo, famílias perdendo seus entes queridos sem poderem se despedir por causa do alto risco de contágio pelo vírus.

A igreja Católica, é considerada a maior religião brasileira, comunicou que mesmo após a decisão de Bolsonaro, não haverá missas para evitar aglomerações, o que é uma porta de entrada ao contágio do novo coronavírus. A notícia foi dada hoje em carta pela CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do território Brasileiro).

PUBLICIDADE

Os Bispos responsáveis pelas Igrejas Católicas, resolveram seguir as recomendações do Ministério da saúde, que aconselham que façam quarentena para evitar o alastramento do Covid-19, e não seguir as orientações precipitadas do Governo Federal. As Igrejas Católicas vão funcionar da mesma forma que estavam antes do pronunciamento do Presidente, estarão de portas abertas para orações apenas individuais, e as missas vão ser todas transmitidas pela internet, contou a carta informativa da CNBB.

PUBLICIDADE

Segundo informações da carta, diz que fieis até podem entrar na igreja para rezar, de maneira nenhuma pode acontecer aglomerações para não colocar ninguém em risco de contrair o novo coronavírus. O governo federal pode ter autorizado os templos religiosos abrirem. Mas a CNBB avaliou o caso e disse que teve autorização, mas não aconteceu nenhuma obrigação de realizar as missas presencialmente.

A confederação de Bispos das igrejas Católicas ficaram chocados como uma autorização dessa forma possa ter vindo de uma autoridade que comanda o país, sendo que estamos vivendo uma pandemia de uma doença terrível por todo o mundo, o que mais precisamos no momento é de proteção e evitar locais com muitas pessoas e principalmente igrejas que consumam ter uma grande concentração de pessoas diariamente.

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Wellington Pereira Da Silva

Sou Estudante e redator amo escrever as melhores notícias ,curiosidades, historias ,dicas e entretenimento você encontra por aqui.