Ministro Gilmar Mendes rejeita pedido de liberdade para DJ Ivis: “Prisão é ilegal” afirma advogado de defesa

O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Gilmar Mendes, rejeitou, na última quinta-feira (29), o pedido de liberdade para o DJ Ivis, preso no dia 14 de julho, após bater em sua ex-mulher, Pamella Holanda

PUBLICIDADE

Um novo pedido de liberdade foi feita a favor do DJ Ivis na última quinta-feira (29) mas foi rejeitada por Gilmar Mendes Ministro do Supremo Tribunal Federal.

DJ foi preso no dia 14 de julho após as filmagens ganharam as redes sociais onde mostrava ele batendo na sua ex-mulher Pâmela Holanda.

PUBLICIDADE

A defesa do cantor DJ Ivis afirmou que a prisão dele é ilegal já que ele cumpre as medidas protetivas que era imposta pela justiça.

No documento diz que o processo do habeas corpus ajuizado evidência de supressão de Instância não estava sendo autorizado, o advogado afirma que os elementos mínimos que faziam parte dos fundamentos do decreto com as informações constando nesse processo não eram adequadas e por isso a prisão era ilegal.

PUBLICIDADE

Embora outros pedidos já fossem feitos, o Ministro do Supremo Tribunal não aceitou o pedido de liberdade.

As imagens que ganharam as redes sociais foram publicadas por Pamela, ela disse que essas agressões vem acontecendo desde o ano passado, mas agora criou coragem de revelar tudo o que estava acontecendo.

PUBLICIDADE

Antes ela não disse porque não tinha provas precisava de algo concreto, agora com as imagens ela não tinha o que temer pois sem essa filmagem onde revela toda agressão seria a palavra dela contra a palavra do cantor e certamente ela sairia perdendo.

Não suportava mais as humilhações e agressões que enfrentava por isso decidiu dar um basta nisso.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.