Morte precoce de apresentadora emociona; doença que causou morte mata 1 a cada 3 horas

A apresentadora, atriz, roteirista e escritora Fernanda Young morreu em decorrências de complicações causadas por uma crise de asma. Essa doença mata uma pessoa a cada três horas no Brasil.

PUBLICIDADE

A apresentadora, atriz, roteirista e escritora Fernanda Young morreu no domingo (25). Ela tinha apenas 49 anos e estava em um sítio da família na cidade de Gonçalves, em Minas Gerais.

A morta de Fernanda chamou a atenção de muita gente e assim que a notícia começou a ser divulgada, muita gente se perguntava o que havia causado a morte da multi-talentosa da TV brasileira.

Fernanda Young morreu vítima de asma. Ela teve uma crise severa da doença, seguida de parada cardíaca e não resistiu. A apresentadora tinha 49 anos e deixou o marido, Alexandre Machado, e quatro filhos.

O currículo de Fernanda Young é repleto de grandes trabalhos. O maior deles talvez tenha sido a roteirização do seriado Os Normais, exibido pela Globo entre 2001 e 2003. As aventuras de Rui (Luiz Fernando Guimarães) e Vani (Fernanda Torres) eram exibidas todas as sextas-feiras e causaram grandes risadas nos telespectadores.

PUBLICIDADE

A carreira de Fernanda, porém, começou bem antes. Em 1991, ela atuou na novela O Dono do Mundo, na Globo. Entre 1995 e 1997, assinou os roteiros de A Comédia da Vida Privada, também na Globo. A série de humor marcou época com as adaptações das crônicas de Luis Fernando Veríssimo.