Mortes em creche infantil de Saudades: Veja quem são as vítimas desse massacre que comoveu a todos

Três crianças e duas funcionárias foram mortas a golpes de facão na manhã desta terça-feira. Assassino tentou golpear o próprio corpo e foi hospitalizado.

PUBLICIDADE

A chacina na creche em Saudades na última terça-feira (4) tirou a vida de três crianças e duas funcionárias.

PUBLICIDADE

A polícia civil informou que Kelly Adriane de 30 anos, Mirla Amanda de 20 anos agente educacional, Sara Luiza de 1 ano e 7 meses, Murilo de um ano e nove meses, Ana Bela de um ano e oito meses morreram após o ataque de um jovem de 18 anos com uma espada Samurai.

PUBLICIDADE

Além das 5 pessoas outras foram feridas como uma criança de 1 ano e 8 meses precisou passar por cirurgia e outras pessoas foram hospitalizadas.

O jovem que entrou na escola e cometeu esse ato Bbárbaro tentou cometer suicídio mas não conseguiu ele também foi hospitalizado, na casa do jovem a polícia encontrou r$ 11.000 em espécie e embalagens de facas novas.

PUBLICIDADE

A professora Kelly trabalhava na escola a mais de 10 anos, segundo a prima Silvane, era uma pessoa alegre carismática, sempre disposta a ajudar, atenciosa e essa triste notícia abalou a todos na cidade.

A outra funcionária Mirla Amanda estava fazendo Engenharia Química já estava no quarto ano estudava em uma cidade vizinha de Saudades.

As vítimas foram homenageadas em frente à creche as fotos foram colados em murais e a população da cidade levou flores, segundo informações da Polícia aviam 20 crianças no local e cinco professores tomavam conta.

A primeira pessoa que foi atingida foi a professora Kelly mesmo ferida ela teve um ato heróico para proteger as crianças, o assassino tentou entrar em várias outras salas da creche mas felizmente os professores conseguiram trancar as portas e proteger as crianças.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.