MP pede explicações ao ministro acerca de auxílios emergenciais negados

A procuradoria pediu para que o ministro pudesse explicar e expor as regras para o pedido do auxilio

PUBLICIDADE

A pandemia do coronavírus, nomeado como Cvid-19, tem trazido grandes problemas, seja para a economia ou para o sistema de saúde. A OMS pediu para que fosse decretada a quarentena nos países, para que as pessoas pudessem permanecer em casa, para que a doença não se proliferasse ainda mais.

Para que os trabalhadores autônomos e famílias de baixa renda pudessem permanecer em casa, em segurança, e continuar se mantendo nesse período tão complicado, o governo decidiu disponibilizar um valor mensal, de 600 reais, por três meses.

Porém, houveram inúmeras queixas de pessoas que alegam ter direito ao benefício, porém que tiveram esse direito negado ao se cadastrar para o recebimento do mesmo. Devido à esses problemas, o governo vem sendo indagado sobre os benefícios negado.

As regras para a solicitação será disponibilizada pelo ministro, para que pessoas que ainda se encaixam no quadro de recebimento possa novamente pedir seu benefício. Vale lembrar que há alguns fatores que te impedem de ser um beneficiário nesse caso, são ele:

PUBLICIDADE

1-      Possui trabalho formal com carteira assinada

2-      Ser aposentado e pensionista do INSS