Mulher que empurrou padre Marcelo tem problemas psiquiátricos e ele não quis denunciá-la em gesto comovente de amor

O padre preferiu não prestar queixa na polícia contra a mulher.

PUBLICIDADE

O padre Marcelo foi empurrado do palco onde celebrava a missa de encerramento de um acampamento chamado “Por hoje não”. A mulher que o empurrou tem problemas mentais apresenta quadro de confusão mental, transtorno bipolar e faz tratamento psiquiátrico segundo as informações da Polícia Civil de São Paulo.

A mulher tem 32 anos sua identidade não foi revelada e viajou juntamente com uma caravana para Cachoeira Paulista e estava em companhia do seu filho de 2 anos.

A polícia informou que a mulher conseguiu subir ao palco pela rampa lateral, ela então puxou as caixas de som e conseguiu sair fora dos seguranças correndo em direção ao padre Marcelo onde o empurrou.

Apesar da queda, padre Marcelo não teve ferimentos graves e foi atendido ali mesmo pela equipe médica do evento, o padre preferiu voltar para continuar a celebração da missa até o fim.

PUBLICIDADE

Depois de empurrar o religioso a mulher foi levada para delegacia de Lorena em São Paulo e conduzida por Policiais Militares. O fato foi registrado como lesão corporal, mas o padre Marcelo não quis prestar queixa contra a mulher que eu empurrou.