“O maior medo não é apenas só por mim, mas sim por meus filhos”, o relato de uma mãe chefe de UTI de pacientes com Covid-19 em SP

Mulher sente-se orgulhosa por ser enfermeira da mãe com pacientes do novo coronavírus em SP.

PUBLICIDADE

A enfermeira-chefe de uma UTI do Hospital do Servidor de SP. Maria Aparecida Oliveira Batista, já trabalha naquela unidade há 15 anos. E atualmente, está também na luta contra o novo coronavírus, e desabafa que faz de tudo o que está no seu alcance,para deixar os parentes seguros.

O relato do desespero, de quem está na linha da frente, contra a pandemia que assombrou o mundo.

“Tenho muito medo.Apenas não só por mim, mas por todos nós. Mas  mesmo assim, eu me levanto todos os dias e vou”, desabafa.

Há 18 anos atrás, a profissional fez o juramento de enfermeira, depois de se formar.

PUBLICIDADE

Quem sente muito orgulho dessa guerreira, e Bruna Oliveira Batista, filha de Maria, ela que é estudante de psicologia, conta que se sente orgulhosa da batalha e do trabalho da mãe.”Minha mãe escolheu ser enfermeira por iniciativa da minha avó, para cuidar do próximo, que a minha avó acabou por adoecer”, recorda.