Operação articulada das polícias do DF prenderam seis pessoas envolvidas com o caso Lázaro Barbosa em Goiás

Foram três prisões por homicídio e três por tráfico de drogas, segundo Miranda. Trabalho integrado entre as polícias goianas e do DF ainda cumpriu 37 mandados de busca e apreensão.

PUBLICIDADE

Na última sexta-feira (23) em operação da policial civil, militar, Federal e rodoviária prenderam seis pessoas suspeitas de envolvimento no caso Lázaro Barbosa.

Rodney Miranda Secretário de Segurança afirmou que as prisões ocorreram em Goiás, Lázaro morreu no dia 28 de Junho após uma troca de tiro com a polícia militar no interior de Goiás após 20 dias de fuga.

PUBLICIDADE

O suspeito foi localizado pelos policiais no interior da mata ele estava com uma pistola que descarregou quando os policiais.

Os policiais reagiram e deram mais de 120 tiros, 38 acertaram Lázaro, o maníaco acusado de cometer mais de 30 crimes na região de Goiás, Brasília e Bahia.

PUBLICIDADE

A operação realizada pela polícia começou na manhã da sexta-feira, 3 prisões por homicídio 3 por tráfico de drogas, segundo o delegado as prisões tem ligação direta com caso Lázaro, todos tem algum tipo de envolvimento tanto na ajuda como em participação de outros crimes.

A força-tarefa também realizou uma homenagem a todos os soldados que trabalharam na região de Cocalzinho à procura de Lázaro Barbosa.

PUBLICIDADE

Por ele conhecer a região sabia se esconder no interior da mata, a intenção da polícia era prender Lázaro, mas estava fortemente armado provavelmente recebeu ajuda alimento e até dinheiro de fazendeiros, com isso houve dificuldades em prender o bandido.

Quando foi cercado reagiu atirando contra os policiais que não teve outra escolha a não ser revidar, logo após ser anunciado a morte de Lázaro houve uma grande festa na comunidade.

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.