Operação no Jacarézinho se torna ação policial mais letal e violenta da história do RJ

A ação ocorreu na manhã de quinta-feira (6) e se tornou a mais letal de toda história do estado

PUBLICIDADE

Na manhã da última quinta-feira (6)  a Polícia Civil do Rio de Janeiro iniciou uma operação contra o tráfico de drogas na favela Jacarézinho, que fica na Zona Norte do Rio. A ação policial acabou resultando na morte de 25 pessoas do local.

O  Grupo de Estudos dos Novos Ilegalismos (Geni) da Universidade Federal Fluminense (UFF) e da plataforma Fogo Cruzado, são responsáveis por reunir dados e estatísticas a respeito dos tiroteios que acontecem no RJ. Devido a isso, foi destacado que esta operação que aconteceu na favela em questão, se tornou a mais letal e violenta de toda a história do Rio de Janeiro até então.

PUBLICIDADE

De acordo com o que foi informado pela polícia, uma das pessoas que acabaram mortas na ação foi o policial civil André Farias, que morreu após ter sido atingido por um tiro na cabeça. Além dele, outras 24 pessoas morreram no local, mas não foram divulgados os esclarecimentos até o momento a respeito de quem seriam estas pessoas e com ocorreram suas mortes.

Ao longo da tarde, o delegado Rodrigo Oliveira, da Core, declarou que dois indivíduos foram mortos após terem cometido atentados às vidas de agentes que estavam participando de perícias no local onde aconteceram outras mortes.

PUBLICIDADE

Através das redes sociais, os moradores da localidade testemunharam a respeito da operação que acontecia, e relataram a respeito das mortes. Além disso, também foi falado a respeito da invasão de residências que aconteceram no momento da ação policial, bem como o confisco de aparelhos celulares.

 

Via: g1.globo.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.