Padastro e suspeito de matar bebê de 10 meses por asfixia, em Erechim

O caso acontecer na noite desta última quarta-feira no estado.

PUBLICIDADE

Mais um crime, desta vez um bebê de 10 meses. Na noite desta quarta-feira (27), em Erechim, na Região Norte do estado, ocorreu mais um crime, deixando toda a população em estado choque.

Um bebê de 10 meses, foi morto por asfixia. O principal suspeito é o padrasto, no qual a Polícia Civil, informou que o mesmo já se encontra detido na madrugada desta quinta(28).

Segundo o delegado Germano Alves Lima, o laudo preliminar da polícia aponta que a principal causa da morte foi asfixia. O crime ocorreu no bairro Aeroporto. Segundo as autoridades, a mãe da criança durante as declarações, conta que tinha saído de casa, e quando regressou, já tinha encontrado o menino com ferimentos na cabeça.

Ainda o socorreu levando ao hospital Santa Terezinha, onde tentaram fazer todos os exercícios de reanimação, mas ele acabou por não resistir. A mulher confirma que o principal autor do crime da criança, foi o padastro. Mas o suspeito nega a autoria do crime, e foi detido  para esclarecimentos,pela polícia.

PUBLICIDADE