Padrasto joga a enteada de apenas 2 meses dentro de rio e confessa que cometeu o crime por ciúmes da esposa

Ao ser detido, o homem estava com uma quantidade de drogas e entorpecentes em seu poder, além de confessar ter jogado a criança dentro do rio.

PUBLICIDADE
Um triste e monstruoso caso ocorreu no estado de Manaus na tarde desta última terça-feira dia 15 de dezembro, onde um padrasto teve a coragem de atirar a enteada, um bebê de apenas dois meses em um igarapé.
O homem identificado por Vanderson M. D. S. de 22 anos de idade foi preso pela polícia e na delegacia teria confessado o crime, alegando ter matado a bebê por ciúmes dela com a sua esposa.
De acordo com o delegado responsável pelo caso, Vinicius de Melo, o homem afirmou que não aceitava o fato da criança ser filha da sua mulher com outro homem.
Segundo informações da polícia, a mãe da criança teria chegado em casa por volta das 13 horas da tarde, e que pouco tempo depois ele teria tido um surto de ciúmes e pegou a criança a enrolou em um lençol e a atirou dentro do rio.
Em seguida retornou a residência onde a mulher estava e contou a sua companheira o que havia feito, deixando ela pânico. Até o momento o corpo da bebê ainda não foi localizado.
Ao ser detido, o homem estava com uma quantidade de drogas e entorpecentes em seu poder, além de confessar ter jogado a criança dentro do rio.
A polícia está empenhada em fazer que o acusado possa responder pelo crime, já que se trata de uma tamanha crueldade, pois o bebê não teve nenhuma chance de defesa.

Via: sbt.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.