Surfista que causou acidente fatal em estrada riu de seu exame na perícia: “houve morte”

O homem identificado como Felipe Cesarano foi preso em flagrante ao constar em seu exame a presença de álcool

PUBLICIDADE

O homem identificado como Felipe Cesarano foi preso em flagrante ao constar em seu exame a presença de álcool.

O mesmo ocasionou o acidente ao bater de frente com sua Pick-up em outro carro menor que via em direção oposta, o motorista do outro carro era um sargente da Marinha que não resistiu no local.

PUBLICIDADE

Em seu laudo no exame de “alcoolemia” realizado no atleta de ondas gigantes revelou alto teor alcoólico. Mesmo durante seus exames ele ria e falava “besteiras”, peritos podem ter analisado o trauma que fez ele não estar a par da sã consciência.

Apelidado de “Gordo”, o homem conduzia seu veículo no sentido “zona sul do Rio” pela estrada lagoa barra, quando perdeu o controle e atravessou a pista batendo de frente com outro veículo, nas imagens foi possível analisar a intensidade de “choque” frontal.

PUBLICIDADE

O militar que conduzia o outro veículo era Diogo da Silva de 36 anos, ele faleceu no momento do choque entre os carros, já o autor do acidente sofreu apenas ferimentos leves e recebeu atendimento da unidade de Bombeiros.

Preso em flagrante Felipe responderá por homicídio “culposo” no trânsito, fato é que o atleta arruinou sua carreira por conta de algumas bebidas. O sargento não teve informações expostas se deixou família ou filhos.

PUBLICIDADE

O mesmo atleta chegou a cogitar processar grande empresa de cinema em “Hollywood”, por passar um de suas ondas gigantes em filme sem sua autorização “Jurassic Park: reino ameaçado de 2018”.

PUBLICIDADE

Escrito por Melissa Lopes

Trazendo "De tudo um pouco" por aqui. Relacionamento, curiosidades, notícias, receitinhas que amamos! Seja bem vindo!