Pai de criança morta no ataque em Saudade fala sobre como reconheceu o corpo da filha

Em um relato emocionante, Evandro Sahn afirmou ter reconhecido a criança por um assessório de cabelos

PUBLICIDADE

O pai de uma das crianças vitimadas no ataque da escola infantil de Saudade, em Santa Catarina, soube a respeito do ocorrido através de um colega. Evandro Sehn, o homem em questão, trabalha como motorista de uma van escolar e havia deixado a filha na instituição de ensino algumas horas antes do ocorrido.

Então, depois de saber a respeito do ataque, Evandro saiu em direção à escola Aquarela, na qual aconteceu o crime. Na ocasião citada, ela descobriu que a sua filha havia sido atingida pelo jovem responsável, mas não conseguiu chegar a tempo de prestar o socorro necessário à menina.

PUBLICIDADE

Atualmente, a bebê já foi sepultada e Evandro Sahn chegou a falar a respeito do momento em que reconheceu a sua filha como uma das vítimas. De acordo com o motorista, um prendedor de cabelos foi o responsável por fazer com que ele tivesse a certeza de que a era a menina.

É possível afirmar que ele chegou a invadir a escola Aquarela em busca de respostas, mas ninguém lhe dizia nada sobre o paradeiro da sua filha ou mesmo sobre o ataque.  Então, ele acabou reparando no assessório de cabelo que ele mesmo havia colocado na menina naquela manhã.

PUBLICIDADE

Bastante emocionado ao falar sobre o assunto, Evandro Sahn destacou que sentiu como se o seu mundo tivesse caído ao descobrir a morte da filha. A menina tinha pouco mais de um ano e era a sua única filha.

 

Via: gauchazh.clicrbs.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.