Pai de menina morta em Goiás desabafa: ‘Só desejo justiça’; autor do crime ateou fogo e enterrou o corpo dela no quintal

A adolescente estava desaparecida desde o último domingo (27)

PUBLICIDADE

O pai da menina de 12 anos que saiu para comprar pão no domingo (27), desapareceu e foi encontrada sem vida nesta terça-feira (29), desabafou pedindo Justiça para a filha que morreu de uma forma cruel nas mãos do vizinho que confessou o crime.

Luana Marcelo Alves desapareceu na manha do último domingo, 27 de novembro, depois que saiu de casa para ir a uma padaria bem próxima de onde morava. O corpo da menina foi encontrado na casa do suspeito Reidimar Silva Santos, que tem 31 anos e é ajudante de pedreiro.

O homem teria tentado abusar da vítima de acordo com as informações da polícia, mas a adolescentes se debateu e por esse motivo o homem decidiu matá-la. As investigações mostram que Luana foi estrangulad*.

Logo após sair a notícia da morte de Luana, o pai Robson Marcelo dos Santos pediu punição para o homem que teria tirado a vida de sua filha.

PUBLICIDADE