Pai perde a vida ao tentar salvar sua filha de apenas 6 anos de ser violentada sexualmente

Depois de suspeitarem que alguém havia invadido o quarto da filha, os pais foram imediatamente ao encontro da criança enquanto o cachorro latia sem parar.

PUBLICIDADE
Um homem de 32 anos de idade que não teve a sua identidade revelada foi morto dentro de sua própria casa após resgatar a sua filha de apenas 6 anos de idade de ser abusada sexualmente por um jovem. O momento que o abuso iria ocorrer teria sido interrompido pelo pai ao entrar no quarto da criança.
Segundo informações fornecidas pelo site local BHAZ, o caso ocorreu na madrugada deste domingo 21 de Junho em Ipatinga, localizado em Minas Gerais. O suspeito de tentar praticar o crime possui 20 anos de idade e após ser flagrado no ato ele tentou escapar, mas foi apreendido pela polícia militar.
Segundo relatos da esposa do homem e mãe também da criança, eles teriam sido acordados pelo cão da família durante a madrugada, e o homem decidiu verificar a filha em seu quarto, quando chegou no local onde estava a menina, encontrou o suspeito tentando praticar o ato.
Os dois tiveram uma briga corpo a corpo e o homem pai da criança acabou sendo baleado. Embora ele estivesse sangrando muito, ele e sua esposa tentaram impedir que o suspeito escapasse, mas falharam.
De acordo com imagens tiradas por câmeras de segurança próximo a área, o homem de 20 anos pulou pela janela onde invadiu a casa e depois escapou de bicicleta segurando o revólver em sua mão.
A Policia Militar foi acionada e quando chegaram ao local, encontrou o pai sangrando no chão do quarto da filha. Ele foi atingido nas costas e uma das bala atravessou seu abdômen. O homem foi levado ao hospital, mas não resistiu e morreu logo após dar entrada na unidade de saúde.
A investigação feita pela policia militar revelou que o suspeito entrou no quarto da criança, segurou o seu pescoço e tirou a sua roupa, o ato teria sido interrompido com a chegada do pai da vitima no quarto.
Após buscas, os policiais militares encontraram o suspeito dormindo em sua casa tranquilamente. Sua mãe contou que ele não havia passado a noite em casa e chegou bem de manhã.O jovem negou o crime de estupro, mas depois foi voltou atrás e contou que havia invadido a residência e que também teria atirado contra o homem.

No entanto, a mãe reconheceu o filho em um vídeo da câmera de segurança, e depois disso ele confessou o caso e foi preso por assassinato e estupro. No entanto, ele alegou já ter encontrado a criança nua em seu quarto.

Via: odia.ig.com.br

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.