Pai que levou tiro do próprio filho de 13 anos que também matou a mãe e o irmão de 7 anos por causa de videogame e notas baixas ficou tetraplégico

O caso chocou a cidade.

PUBLICIDADE

O policial reformado que foi baleado no último sábado (19) pelo próprio filho, um adolescente de 13 anos ainda está na sala vermelha do hospital de Campina Grande.

De acordo com as informações do cirurgião o homem ficou tetraplégico, mas até o momento ainda não passou pela cirurgia necessária.

PUBLICIDADE

O adolescente de 13 anos teria matado a própria mãe e o irmão de 7 anos a tiros e a motivação teria sido reclamação dos pais sobre notas baixas e videogame.

O cirurgião geral do hospital informou que o homem não está sentindo as pernas, mas não está entubado e está consciente, orientado e segue em avaliação médica para as novas decisões.

PUBLICIDADE

Os moradores de Patos ficaram focados com o acontecido na cidade onde morreu uma mulher de 47 anos, mãe do Adolescente e uma criança de 7 anos irmão do adolescente.

O pai de 57 anos, policial reformado ficou ferido no tórax e foi encaminhado em estado grave para o hospital local depois foi transferido para o hospital de trauma.

PUBLICIDADE

Em seu depoimento o adolescente de 13 anos disse que foi o autor dos disparos que matou a mãe e o irmão disse que se sentiu pressionado por causa das notas e foi proibido de usar o celular para jogar e conversar com seus amigos e para ele teria sido a gota d’água que o motivou a matar a mãe o irmão e tentar matar o pai.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.