Pais permitiam que dono de casa abusasse de filha para não pagarem aluguel

Adolescente era obrigada a manter relações sexuais obrigada pelos pais

PUBLICIDADE

Por cerca de dois anos uma adolescente de 15 anos viveu momentos horríveis em sua vida, na casa onde morava junto com seus familiares. Momentos esses que acabaram sendo revelados posteriormente.

Sua mãe biológica juntamente com seu padrasto obrigavam que a jovem mantivesse relações sexuais com o proprietário da casa onde eles estavam vivendo, na cidade de Bernal, para que eles pudessem não pagar aluguel do local.

PUBLICIDADE

A adolescente acabou sendo resgatada por oficiais de Quilmes, após uma das tias da adolescente ter prestado uma queixa a respeito dos autores do crime. Todos envolvidos no crime tinham nacionalidade paraguaia.

De acordo com o que foi relatado por policiais da localidade, o crime estava acontecendo uma casa que se localizava em Neuquen Street.

PUBLICIDADE

A vítima vivia no local junto com sua mãe, Ramona Pérola, de 37 anos de idade e também com seu padrasto Julian Agripino de 65 anos de idade. O padrasto da jovem, um ex-pedreiro aposentado aproveitou da convivência com a jovem para também cometer abusos contra ela.

O proprietário da casa onde viviam, que cometia os abusos contra a jovem, foi identificado como sendo Juan Bautista Rotela Dominguez de 46 anos de idade. Ele também foi levado preso e precisará agora prestar contas à Justiça.

PUBLICIDADE

A mãe da vítima agora é acusada de por ter promovido e facilitado prostituição com a própria filha. Fontes próximas afirmaram que a mulher sofria agressões para poder aceitar entregar a adolescente para Rotela Dominguez.

Para poder ter contato íntimo com a jovem, o valor do aluguel não seria cobrado do casal que morava no local com a jovem. O aluguel era pago ao deixar que o homem mantivesse relações sexuais com a jovem.

Após as denuncias a menina foi retirada dos pais, e agora se encontra sob os cuidados da equipe de Proteção Infantil, da cidade de Florencio Varela, o local fica longe de onde se encontram os seus agressores.

Foram divulgadas informações de que a jovem também estaria grávida de um dos homens que havia cometido abuso contra ela, também foi relatado que a jovem foi forçada a realizar um aborto. O crime agora está sendo acompanhado e investigado pela polícia.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.