Piloto e copiloto que sobreviveram à queda do avião monomotor, receberam alta neste domingo, em Brusque

Os sobreviventes da Aeronave, que caiu neste sábado em Guabiruba, no Vale de Itajaí, já tiveram alta hospitalar e regressaram às suas residências.

PUBLICIDADE

O avião monomotor, que sofreu uma queda neste último sábado (25), transportava dois ocupantes, que tiveram alta neste domingo, (26), segundo a confirmação do hospital, em Brusque. A mesma unidade, deu a informação, que nenhum dos tripulantes, precisou realizar qualquer tipo de cirurgia.

Fábio Juliano Reis, o piloto de 35 anos, teve alta hoje as 10h e o copiloto Alessandro Cunhago, de 33 teve alta após duas horas.

PUBLICIDADE

O acidente ocorreu, neste sábado na Rua José Júlio Schumacher, numa subida. A câmera de monitoramento, que estava instalada, numa residência, captou os momentos quando caiu. Ele caiu e bateu num muro. A queda, não causou danos morais.

Os restos do avião, foram recolhidos pelo Corpo de Bombeiros, e transportado para o aeródromo, de Brusque. Uma hora antes da colisão, os dois homens teriam deslocado do aeródromo de Brusque.

PUBLICIDADE

Quando a equipe de socorro chegou no local da queda, o avião estava com as rodas, em sentido contrário, e o piloto estava de pé sobre o veículo, consciente.

Mas devido aos ferimentos, estava um pouco desorientado, e suspeitava-se que tivesse sofrido uma hemorragia interna. Já o segundo ocupante, Alessandro, estava sentado na berma da estrada, também com algumas lesões, e queixava-se de algumas dores.

PUBLICIDADE

O que terá causado o acidente, tenha sido um pane no motor. Segundo um dos responsáveis, os tripulantes tentaram pousar na estrada, mas acabaram por perder o control da altitude, mas embateram num fio de rede elétrica, causando a queda.

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!